Skip to main content

Cargo Security Bulletin: Rio de Janeiro Security Guard Strike (English)

Event: Security Guards Strike

Date: 20 July 2020

Location: State of Rio de Janeiro, Brazil

Description: Rio de Janeiro security guards decided to go on strike indefinitely, effective July 20. According to the union, there will be respect for the minimum effective 30% per job and duty/shift, required by the strike law.

Recommendations: The Sensitech® Supply Chain Intelligence Center (SCIC) recommends the following tips to customers who have operations in that state during the strike period:

  • Trigger your Contingency Plan for this type of event.
  • Reduce the attention and intensify the security actions in the affected places, including making the best possible use of the effective 30% of guards guaranteed by law, in order to protect the critical points of the installation.
  • Intensify remote monitoring of affected sites.
  • Reduce the level of exposure of cargo stored in affected locations (reduced demand, accelerated deliveries, etc.)
  • Anticipate or postpone cargo shipments to the affected destinations, whenever possible.
  • Rethink distribution from a warehouse or hub outside the state of Rio de Janeiro.
  • Use armed preservation escorts from other neighboring states.
  • Strengthen the relationship with the local police, in order to obtain a quick response in case of need during the strike period.



Evento: Greve de Vigilantes

Encontro: 20 de Julho de 2020

Localização: Estado do Rio de Janeiro

Descrição: Os vigilantes do Rio de Janeiro decidiram entrar em greve a partir do dia 20 de Julho por tempo indeterminado. Segundo o sindicato, haverá respeito ao efetivo mínimo de 30% por posto de trabalho e plantão, exigido pela lei de greve.

Recommendations: O centro de inteligência da cadeia de suprimentos Sensitech® (SCIC) recomenda aos clientes que possuem operações no referido estado, algumas medidas de segurança durante o período de greve:

  • Disparar o seu Plano de Contingências para este tipo de evento.
  • Redobrar a atenção e intensificar as ações de segurança nos locais afetados, inclusive fazendo melhor uso possível do efetivo de 30% de vigilantes garantido por lei, de formar a proteger os pontos críticos da instalação.
  • Intensificar o monitoramento remoto dos locais afetados.
  • Reduzir o nível de exposição das cargas armazenadas nos locais afetados (redução de demandas, aceleração de entregas, etc.)
  • Antecipar-se ou postergar os envios de cargas aos destinos afetados, sempre que possível.
  • Repensar a distribuição a partir de um warehouse ou hub fora do estado do Rio de Janeiro.
  • Utilizar escolta armada de preservação a partir de outros estados vizinhos.
  • Estreitar o relacionamento com a polícia local, a fim de obter celeridade de resposta em caso de necessidade durante o período de greve.